Entendendo melhor o Pré-Diabetes

http://www.diabeticdietdiabetes.com/images/DiabeticDiet4Diabetes.JPG

É muito comum ouvirmos que alguém tem começo de diabetes, mas nem sempre a população sabe o que é isso. Este artigo tenta explicar o que é o começo de diabetes e o que devemos fazer quando este diagnóstico é realizado e mostrar os riscos que esta situação representa.

O que é começo de diabetes, pré-diabetes, intolerância ao teste de glicose ou glicemia de jejum alterada?

O termo popular “começo de diabetes” corresponde ao termo médico pré-diabetes, que indica ser o primeiro passo para o desenvolvimento da doença. O termo pré-diabetes é utilizado desde 2002, quando substituiu os termos “intolerância ao teste de glicose” e “glicemia de jejum alterada”.

Em 2003, a Federação Internacional do Diabetes – FDI divulgou que há mais de 300 milhões de pessoas no mundo com pré-diabetes. Este número mostra que a cada 10 pessoas, aproximadamente uma tem pré-diabetes.

Para sabermos se uma pessoa tem pré-diabetes, dois testes podem ser realizados. Na verdade, são os mesmos testes para descobrirmos se uma pessoa tem diabetes. Estes testes são: glicemia de jejum e teste oral de tolerância à glicose (TOTG). O TOTG é um teste em que o paciente ingere um líquido contendo 75 gramas de glicose (tipo de açúcar) e depois de 2 horas o laboratório mede sua glicose no sangue (glicemia).

Os Valores dos Testes para definirmos Pré-Diabetes ou Diabetes são:

• Para glicemia de jejum, consideramos normais valores abaixo de 100mg/dl. Entre 100 e 125mg/dl, denominamos pré-diabetes. Acima de 126mg/dl, constatamos que a pessoa já é portadora de diabetes.

• Para o teste oral de tolerância à glicose (TOTG), uma pessoa tem valor normal, se estiver abaixo de 140mg/dl. Entre 140 e 200mg/dl, é pré-diabético. Maior que 200mg/dl, definimos diabetes mellitus.

Para definirmos pré-diabetes ou diabetes mellitus, podem ser realizados os dois exames ou o exame com resultado alterado deve ser repetido pelo menos mais uma vez.

Quem precisa fazer teste para descobrir que tem Pré-Diabetes?

Nem todas as pessoas precisam fazer o teste para saber se têm pré-diabetes. O teste de glicemia para o diagnóstico de pré-diabetes ou de diabetes mellitus deve ser realizado por todas as pessoas com mais de 45 anos de idade e especialmente se estiverem acima do peso ideal. Algumas pessoas com menos de 45 anos e acima do peso ideal também devem realizar o teste, principalmente se tiverem um dos seguintes fatores de risco para o desenvolvimento de diabetes:

• Familiar bem próximo com diabetes (pai, mãe, irmãos e filhos);
• Sedentarismo (pessoas que não realizam atividade física);
• Mulheres que tiveram filhos que nasceram com mais de 4kg;
• Hipertensão arterial;
• Colesterol ou triglicérides alterados;
• Síndrome dos ovários policísticos ou acantose nigricante (escurecimento da pele da nuca e das axilas, em geral);
• História de doença vascular.

Que riscos uma pessoa que tem Pré-Diabetes sofre?

Estudos médicos mostram que uma pessoa que tem pré-diabetes tem risco maior de ter infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (derrame cerebral), problemas nos olhos, nos rins, nos nervos e nos vasos sangüíneos, comparados com uma pessoa que não tem pré-diabetes.

Outro estudo mostra que a cada 100 pessoas com pré-diabetes, 11 podem desenvolver a doença a cada ano, se não forem tomadas medidas preventivas.

O que devo fazer se eu tenho Pré-Diabetes? Existe Prevenção? Cura? Posso me tornar Diabético?


Infelizmente ainda não há remédios bastante eficazes para prevenir o pré-diabetes e o diabetes. A melhor prevenção ainda é a realização freqüente de atividade física e ter uma alimentação saudável. Ambos ajudam a perder peso, evitar a hipertensão arterial e diminuir o risco de problemas cardíacos.

O sobrepeso e a obesidade são fatores de risco importantes para o desenvolvimento de pré-diabetes e diabetes. As pessoas que estão acima de seu peso ideal desenvolvem resistência à insulina, ou seja, estas pessoas precisam de mais insulina do que uma pessoa magra para que a glicose do sangue possa entrar nas células do corpo. Quando o pâncreas, que produz a insulina, não conseguir fabricar a quantidade suficiente de insulina, há o desenvolvimento do diabetes.

Alguns remédios podem até ajudar, mas nenhum se mostrou melhor do que a atividade física e a alimentação saudável. Ambos dependem exclusivamente do empenho de cada pessoa para que o bjetivo seja alcançado. Quem se esforçar mais para perder peso terá mais chance de prevenir e de até voltar à condição de glicemia normal.

Assim como o diabetes, não há cura para o pré-diabetes. O que pode ocorrer é uma pessoa pré-diabética ou diabética voltar a ter glicemia normal após realizar as medidas de prevenção que já citamos, geralmente associadas à perda de peso. Se voltar a engordar, as condições de pré-diabetes e diabetes podem voltar. Portanto, não adianta só perder peso, mas sim, o mais importante é manter o peso adequado, continuando a realizar exercícios e a se alimentar adequadamente.

Você pode contribuir para evitar o Pré-Diabetes e o Diabetes da seguinte forma:

• Evitar o sobrepeso e a obesidade, mantendo-se dentro do peso ideal para sua altura;
• Realizar uma alimentação saudável, evitando excessos de gorduras, açúcar e massas.
• Preferir alimentos integrais (farinha integral, arroz integral, etc...), verduras, legumes, frutas, queijos brancos, carnes magras, etc;
• Não exagerar na quantidade de alimentos consumidos em cada refeição;
• Praticar uma atividade física de 3 a 4 vezes por semana;
• Realizar o exame da glicemia se estiver indicado.


Além disso, outras medidas também são importantes para se ter uma vida saudável:

• Controlar a pressão arterial e os níveis de colesterol no sangue;
• Evitar excesso de sal na alimentação e
• Não fumar.

Caso você descubra que tem pré-diabetes, isto não é motivo para desespero.

Você é o principal responsável para controlar a doença e evitar complicações. Apesar de não ser tão fácil, todos devem adquirir hábitos de vida cada vez mais saudáveis.

Procure ter acompanhamento de um médico e de um nutricionista, seguindo suas recomendações.

2 comentários:

bene disse...

sim adorei esta receita,
comente, eu não gosto de carne,
vermelha gosto muito de salada,
de alface e almerão como na baser,
de um quilo de comida por,
dia, arroz um pouco de feijãoe,
mais verdura, não tomo café e nem,
refrigirante de qualidade nenhum,
somente fumo um cigarro de palha por,
dia, agora gostaria de saber se eu preciso,
avalhar mais alguma coisa faço exercicio,
todos os dias com ordem de médico,
tenho 63 anos de idade espero mais,
algum concelho adoro á minha saúde,
muito obrigado.

alexandra disse...

Minhas três filhas estão com a glicose alta 99 gostaria de saber qual seria o cardapio delas para uma alimentação saudavél pois elas adora pão todos os dias e nao gosta de verduras e nem de carne comem frutas todos os dias a idade delas são 12 anos, 8 anos e 7 anos o que devo fazer ?

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails

VÍDEOS POSTADOS

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger | Printable Coupons